Previsão de fluxo de caixa

Antes mesmo de começar a falar de previsão, é preciso entender o que é Fluxo de Caixa.
No fluxo de caixa você é capaz de identificar as entradas e saídas de dinheiro e o saldo final do caixa, para que você acompanhe as movimentações financeiras da sua loja. O foco dele são as transações que influenciam no caixa.
O conceito de previsão de fluxo de caixa é estimar as entradas e saídas de dinheiro do caixa da sua empresa, fazendo uma análise para se construir uma visão para o futuro econômico da empresa. Em outras palavras é você determinar um período e fazer a previsão de como o dinheiro vai circular dentro da sua empresa e esse valor tem que ser suficiente para manter a atividade da empresa.
A previsão de fluxo de caixa é capaz de responder a algumas perguntas como por exemplo:
Como estará meu caixa nos próximos 15 dias?
Daqui 20 dias terei mais ou menos dinheiro na minha conta?
No ultimo dia do mês, de quanto será o meu saldo bancário?
Claro que as respostas a essas perguntas provavelmente não terão exatidão nos números, mas certamente sua previsão de fluxo de caixa de dará números bem confiáveis.

Quando você observa as vendas da sua empresa é provável que você tenha uma ideia de falso crescimento, por isto é importante que você controle outros elementos como o capital de giro, o prazo de pagamento dos fornecedores e também as taxas das operadoras de cartão. Gerir detalhadamente o caixa evita essa ideia de falso crescimento econômico da sua empresa e o Sistema de Gestão Empresarial da ZIPER Soft é preparado para isso!

O uso adequado para a previsão do fluxo de caixa te trás muitos benefícios como a capacidade de prever futuros rendimentos e gastos, a organização de investimentos de curto prazo e de excedentes temporários, projeção de antecipação de capital para sustentar a operação, organizar, prever e financiar pequenas quedas de fluxo de caixa, te mostra o dinheiro necessário para financiar as operações da empresa, gera confiança com as instituições financeiras e investidores pois resume o impacto das atividades de negócio no caixa para que o empresário possa negociar prazos e condições com fornecedores sem comprometer o caixa da empresa.

Para conseguir emitir um relatório de previsão de fluxo de caixa na sua empresa, você precisa primeiro registrar todos os lançamentos financeiros, os chamados contas a receber e a pagar. Você pode fazer isso num caderno, numa planilha eletrônica ou de maneira mais organizada e certa usando nosso sistema.

Você deverá lançar todas as suas contas a pagar, mesmo as que ainda estejam longe do vencimento, como aluguel, água, luz. No caso de empresas que precisam comprar mercadorias para revender, a principal conta que influencia a saída de dinheiro do caixa são os fornecedores e como normalmente tem uma lista grande de fornecedores, recomendo fortemente a adoção do nosso sistema de gestão empresarial com o nosso módulo de compras ativado, porque ele vai facilitar o controle destes gastos com os fornecedores, gerenciar os prazos e pagamentos já prevendo o fluxo de saída de de pagamento desta conta, além de alimentar seu estoque automaticamente, porque a dificuldade em gerenciar os fornecedores está justamente no fato da variação que há entre eles pois depende da negociação e da estratégia de cada empresa como um desconto maior, um prazo diferenciado.

Assim como você deverá lançar todas as suas contas a receber. No varejo temos algumas formas de receber uma venda: a vista em dinheiro, no cartão seja ele crédito ou débito, no famoso crediário (o carderninho, a fichinha e são tantos nomes Brasil a fora…). Especialmente na modalidade de cartão, é essencial você adotar o uso do nosso sistema de gestão na frente da sua loja, porque os recebimentos de cartão, são lançados pelo sistema no seu caixa de acordo com o prazo de recebimento definido, que normalmente são dois dias para o débito e o crédito de 30 dias e também já fazer o lançamento com valores líquidos uma vez que a operadora de cartões retém as taxas de serviço, tudo isso de maneira transparente e simplificada. Nos recebimentos em dinheiro, ele se apresenta na mesma hora no seu caixa e ainda é possível controlar a abertura e fechamento deste caixa.
Então na parte de contas a receber a complexidade está em estimar os recebimentos dos valores.

Quando se compila esses valores num relatório é que nós entendemos que para um negócio de varejo a previsão de fluxo de caixa e capital de giro é fundamental pois se torna uma ferramenta estratégica para se tomar decisões, melhorando as negociações da empresa e evitando situações que expõe ao risco financeiro. Mas ainda vale a dica antiga que no varejo o segredo está em comprar bem, para ter preço baixo para atrair clientes ou ter boa margem de lucro nos produtos e essa margem seja ela grande ou pequena será seu investimento em novas expansões, porque administrar o fluxo de caixa é a atividade chave do varejista.

Como sua empresa lida com saldo negativo no dia do vencimento de uma conta?
Você faz previsão de fluxo de caixa?

Nós temos um sistema de gestão empresarial completo para te ajudar a por ordem nisso! Vamos conversar?
Gostou deste artigo, então compartilhe ele com seus amigos varejistas.

E, se você ficou interessado em se tornar uma revenda do sistema de gestão empresarial da ZIPER Soft, entre em contato conosco agora.

MDF-e gratuito esta indisponível após atualização. E agora?

Conforme já foi anunciado desde março de 2018, o emissor gratuito de MDF-e da Secretaria da fazenda foi descontinuado e existem muitos contribuintes que estão com carga parada a espera de uma solução. Em outubro de 2018, segundo o site da SEFAZ já não era mais possível realizar novos downloads do programa gratuito e lá dizia também que novas atualizações não sairiam mais.

Para completar a situação, na última segunda-feira dia 15 a SEFAZ implantou nova versão do MDF-e (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) em ambiente de produção (com validade jurídica) a versão 3.00A e com isto o programa gratuito ficou completamente desprezível para os contribuintes.

O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais é um documento exigido pela SEFAZ para operações de transporte registradas eletronicamente substituindo os documentos em papel e a sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e a autorização do uso pela administração tributária do estado do contribuinte para agilizar o registro em lote de documentos ficais e sua unidade de carga.

Os emitentes são as transportadoras (que emitem CT-e ou NF-e), precisam estar credenciadas (em caso de NF-e), ter acesso à Internet e possuir um certificado digital.

Em face deste cenário a equipe de programação da ZIPER Soft está trabalhando de forma a disponibilizar este emissor aos nossos clientes, amigos e parceiros para que possam gerar seus documentos corretamente. Entre em contato com nosso departamento comercial e deixe seu nome na lista para receber maiores informações a respeito da evolução do nosso emissor cujo preço está afixado na página inicial do nosso site. O contribuinte pode também ficar de olho nas nossas redes sociais porque lá o departamento de comunicação irá postar em primeira mão as novidades.

controle de estoques com código de barras
Vantagens de controle de estoques com código de barras

Hoje em dia praticamente toda mercadoria possuí um código de barras, mas nem sempre os empresários dão a devida importância para este recurso.

É um sistema usado no mundo inteiro para capturar automaticamente dados. As empresas que não trabalham com essa ferramenta, infelizmente, estão à margem de erros, podendo inclusive perder negócios e ter sua possibilidade de lucro reduzida drasticamente.

Resumidamente, o EAN, como é popularmente conhecido, é um código de barras de representação gráfica ou numérica, lido por dispositivo óptico e a informação captada é enviada para seu computador que, junto de um sistema especifico para essa finalidade, armazena os dados do código de barras para melhor gestão dos estoques.

Por ser um facilitador do fluxo de informações dos produtos, o código de barras reduz comprovadamente os cursos operacionais elevando a eficiência da sua empresa aumentando a vantagem competitiva, oferecendo agilidade e melhoria no processo logístico da empresa, porém é necessário que seu sistema de gerenciamento empresarial o traduza e o trate de forma correta.

Para implantação desta ferramenta é necessário, além de um sistema de gestão empresarial que atenda a essa necessidade, uma impressora de etiquetas especialmente desenvolvida para este fim ou uma impressora comum jato de tinta ou laser e também uma leitora ótica devidamente instalada e configurada pois é graças a ela que podemos fazer a leitura, ou seja, a decodificação desses códigos impressos para que possam ser analisados pelo nosso sistema de gestão empresarial.

Hoje em dia, grande parte dos negócios já usa o código de barras como sendo um aliado na gestão das operações pois é evidente que facilita a organização dos produtos e processos, controlando com rapidez os estoques, tornando assim um mecanismo indispensável para grandes, médias e pequenas empresas.

Para as pequenas empresas, a adoção do código de barras pode ser determinante para seu crescimento e é fundamental para a sobrevivência no mercado por ser uma ferramenta utilizada amplamente no mundo todo, principalmente se você atua no comércio de itens perecíveis por exemplo, pois a adoção deste tipo de ferramenta pode significar redução de perdas de produtos.

Dentre as vantagens da adoção do código de barras na sua empresa podemos destacar:

  • Agilidade: pois seu cliente é atendido mais rapidamente e ao mesmo tempo o empresário pode controlar o estoque
  • Exatidão: o código de barras é como se fosse uma impressão digital, com sequência específica que permite que nosso sistema de gestão empresarial identifique com precisão um produto, impedindo duplicidades e erros, garantindo segurança dos processos logísticos
  • Facilidade: não precisa de treinamentos específicos para a adoção da ferramenta, pois nosso sistema de gestão empresarial traz toda tranquilidade e segurança necessária
  • Satisfação dos fornecedores: pois os pedidos podem ser realizados usando-se dos códigos de barras, criando assim uma linguagem universal e padronizada o que aumenta a produtividade
  • Segurança: traz uniformidade, evitando erros de digitação por parte dos operadores, diminuindo a ocorrência deste tipo de erros com um leitor específico
  • Padrão: os produtos obedecem um padrão criado, evitando confusão na hora da venda, dando mais profissionalismo e segurança na operação
  • Eficiência: a maior das vantagens por proporcionar melhorias nos diferentes departamentos da sua empresa especialmente no estoque onde é possível saber quantos itens já foram vendidos, quantos restam, entre outras informações
  • Custos: reduz o retrabalho, pois seus dados são atualizados facilmente pela manutenção cadastral dos produtos
    E agora, já está convencido de todos os benefícios da adoção do código de barras dentro da sua empresa?

Seja qual for o ramo de atuação, conte conosco para te auxiliar nesta empreitada de maneira clara, organizada e econômica. Nosso sistema de gestão empresarial permite isso tudo e muito mais para tornar a sua empresa organizada e competitiva.

 

E se você tem interesse em se tornar uma revenda ZIPER Soft, fale conosco, pois temos uma condição muito boa e diferenciada para lhe oferecer.

ATENÇÃO: Publicada a versão 1.10 da NT 2019.001

Publicada a versão 1.10 da NT 2019.001, que divulga novas regras de validação e atualiza regras existentes da NF-e/NFC-e versão 4.0, com os seguintes objetivos:

Criação/Alteração de regras de validação referentes a CST e a Código de Benefício Fiscal, corrigindo algumas regras da versão anterior.
Criação de regra de validação correspondente à rejeição 927, para informar os números dos itens em ordem sequencial.
Define que a regra de validação referente ao valor máximo da base de cálculo é por modelo de DF-e.

Fonte: Coordenação Técnica do ENCAT

Como criar um programa de fidelidade para seus clientes?

São excelentes alternativas para levar vantagens aos seus clientes de maneira contínua incentivando a lealdade e aumentando a popularidade da sua marca na sua região de atuação.

Com o aumento da competitividade no varejo onde o cliente está cada vez mais atento ao mercado e a concorrência surge de lugares e formas não tradicionais contribuindo para o surgimento de um verdadeiro leque de oportunidades, muitas empresas estão mudando sua estratégia deixando de lado o modo transacional de lidar com os clientes para fortalecer lanços com clientes já existentes na base com a criação de diferenciais competitivos, tornado assim um verdadeiro desafio para o empreendedor.

Uma alternativa prática e funcional é recompensar os clientes com benefícios de maneira acumulativa e prática a cada compra realizada com regras pré-estabelecidas para encorajar a repetição de um fator primordial para uma empresa que é a venda.

Por trás desde conceito a ideia principal é reconhecer de maneira especial seu cliente fiel com benefícios financeiros ou sociais criando um sentimento de lealdade que se traduz no compromisso repetitivo do cliente em consumir produtos e serviços da sua empresa.

Pode ser realizado de diferentes maneiras com muita tecnologia ou pouca, como por exemplo um simples cartão impresso onde a cada compra de uma pizza ou lanche, banho e tosa, troca de óleo ou revisão, por exemplo, a empresa faz uma marcação normalmente carimbada ou assinada e quando aquele cliente atingir determinado número de repetições ganha um brinde, um desconto ou um item grátis. Esta forma é a mais simples e já traz resultados interessantes gerando a aproximação do seu cliente de maneira regular e isso se reflete claramente no seu faturamento contribuindo para um melhor planejamento para evitar falta de disponibilidade de produtos e serviços, o que também aumenta sua lucratividade contribuindo para a boa saúde financeira da empresa. Além disso, fidelizar um cliente ativo da sua carteira normalmente é menos custoso do que adquirir novos clientes.

Mas a criação de um programa de fidelidade compreende uma série de análises.

Porque hoje em dia as empresas já não conseguem mais se destacar frente a concorrência apenas com a variedade de produtos e serviços de qualidade, com preços e boa condição de pagamento.

Foi lá na década de 80 que algumas companhias aéreas deram os primeiros passos de um programa de fidelidade a passageiros frequentes sustentado mediante relação frequente de consumo o que, no médio e longo prazo o valor recebido das vendas aos clientes membros do programa ultrapassou o valor ofertado como recompensa.

E do mesmo modo que a fidelização dos seus clientes pode ser um simples cartão impresso, ela também pode ser criada com alta tecnologia. Por meio do nosso sistema você pode delimitar a pontuação de cada item e também efetuar o cadastro do seu cliente e toda compra efetuada o operador seleciona o cliente pelo nome, um documento ou até pela digital para que o sistema calcule corretamente e acumule os pontos naquela operação de venda. E também é possível realizar a pesquisa de pontuação e a partir deste acumulo ofertar um desconto, um brinde ou um item grátis de acordo com as regras que você deve estabelecer.

E a sua empresa saí ganhando com essa implementação pois fideliza, atraí e mantem o cliente, sempre presente, aumentando seu fluxo de vendas e também seu faturamento e saldo líquido de forma natural. Outro fator importante a considerar é que normalmente a notícia de um programa de fidelidade se espalha na comunidade, na vizinhança e na cidade com muita facilidade pois um cliente indica seus produtos e serviços a outro, estimulado automaticamente pela recompensa, fazendo com que a popularidade e reconhecimento da sua marca aumente.

Uma boa estratégia de marketing parte de um bom planejamento. Invista um tempo nessa etapa, crie um diferencial competitivo perante os concorrentes com o programa de fidelização de clientes, divulgue, publique em redes sociais e faça acontecer! Seja um simples cartão impresso ou controlado automaticamente e sem incidência de falhas por meio do nosso Sistema de Gestão Empresarial, temos certo que será uma alternativa barata, vantajosa e diferenciada para sua empresa ser sempre lembrada.

Gostou da dica? Comente suas ideias vamos compartilhar conhecimento! Se quiser mais detalhes de como implementar o programa de fidelidade e como alavancar suas vendas, informatizando a sua empresa com eficiência, entre em contato conosco!

E, se você quiser se tornar uma REVENDA da ZIPER Soft, entre em contato agora mesmo para saber sobre as vantagens, os valores e modalidades disponíveis.

Fim do eSocial

Secretário da Previdência anuncia fim do eSocial

A decisão foi anunciada nesta terça-feira (9) pelo secretários especiais do Ministério da Economia Rogério Marinho (Previdência e Trabalho) e Carlos da Costa (Produtividade, Emprego e Competitividade) e pelo relator da MP (Medida Provisória) da Liberdade Econômica no Congresso, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS).

De acordo com Rogério Marinho, “O eSocial será substituído por um sistema bem mais simples em 2020. Vamos simplificar, desburocratizar e permitir que o Estado e o empregador se unam para gerar crescimento”.

Perguntas como:

  • O eSocial vai acabar o que muda a partir de agora?

  • O governo vai acabar com eSocial?

  • O eSocial vai acabar em 2020?

  • O programa eSocial vai acabar?

  • É verdade que o eSocial vai acabar?

  • Quando vai acabar o eSocial?

Surgem a todo momento por causa dessa declaração do secretário.

O secretário disse que haverá forte redução do número de dados a serem informados pelo empregador. Isso será possível porque o novo sistema irá obter e cruzar informações que já existam em outros banco de dados.

O secretário de Trabalho, Bruno Dalcolmo, destacou que a intenção é cortar as informações exigidas das empresas no eSocial de 900 para cerca de 500 nos próximos meses.

O calendário aprovado pelo comitê gestor do eSocial prevê que todas as mudanças no sistema entrarão em funcionamento até o primeiro trimestre de 2020.

Por fim, o governo não informou, no entanto, quantas informações devem ser exigidas no novo sistema que entrará em vigor em janeiro de 2020.

Fonte: Departamento Jurídico AFRAC


Venha fazer parte do nosso portfólio!
Atendimento ao cliente: (14) 3416-5998
WhatsApp(14) 99761-1944

“Vem ser Ziper” ;)

O servidor RPC não está disponível. Como resolver.

Se ao tentar imprimir, o sistema está apresentando a mensagem de erro O servidor RPC não está disponível é provável que o serviço Chamada de procedimento remoto (RPC) não esteja ativo no Windows. Para resolver o problema, siga os passos abaixo:

Acesse Iniciar > Configurações > Painel de controle > Ferramentas administrativas > Serviços.
Localize e dê um duplo-clique no item Chamada de procedimento remoto (RPC).
Na tela que se abrirá, deixe o campo Tipo de inicialização como Automático.
Se o Status do serviço estiver como Parado, clique em Iniciar.
Clique em Ok para concluir.
Se, após executar os procedimentos acima, o erro persistir:

Localize, ainda na janela de Serviços, o item Spooler de impressão e dê um duplo-clique sobre o mesmo.
Na tela que se abrirá, deixe o campo Tipo de inicialização como Automático.
Se o Status do serviço estiver como Parado, clique em Iniciar.
Clique em Ok para concluir.

 

Fonte: http://www.tecnobyte.com.br/124613544/Dicas-Tecnobyte-SAC/O-servidor-RPC-nao-esta-disponivel-O-que-fazer

Bebidas Alcoólicas nos Estabelecimentos Comerciais

Que o uso de bebida alcoólica aliado a alguns fatores causa sérios problemas não é novidade. A Organização Mundial de Saúde (OMS) calculou que em 2018 foram cerca de 3,3 Milhões de pessoas que morreram por consequência do álcool.

O acesso a bebida alcoólica talvez seja um facilitador para o elevado número estatístico que coloca o Brasil acima da média internacional pois não há controle efetivo sobre a comercialização mesmo havendo Lei que a proíbe em certos casos.

Aqui no Brasil, o comércio de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos é proibido, segundo o artigo 243 da Lei 8.069/90. E, no estado de São Paulo por força da Lei 14.592/11 a proibição se dá inclusive no uso de bebidas por menores de 18 anos como premiação em quermesses, clubes sociais, instituições filantrópicas, casas de show, feiras e etc.

Ainda, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, os estabelecimentos que comercializam bebidas alcoólicas devem afixar avisos de proibição de venda de maneira visível e ampla com expressa referência ao artigo 243 da referida Lei com a advertência: “A bebida alcoólica pode causar dependência química, e em excesso provoca males à saúde.”.

Além a afixação dos avisos, nos estabelecimentos comerciais não é permitido o consumo destas bebidas por menores de 18 anos. Os responsáveis pelo estabelecimento e seus funcionários deverão exigir o Documento Oficial de Identidade para se certificarem da maioridade do consumidor e, em caso de recusa ou ausência, na dúvida deverão abster-se de fornecer a bebida. E, no caso de as bebidas serem consumidas no próprio estabelecimento, os empresários deverão fornecer a idade dos clientes presentes no recinto a autoridade fiscalizadora, quando necessário.

Aqui para o Estado de SP, a multa é alta, podendo variar entre 100 e 5 mil UFESPs (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo).

Então, para evitar problemas no seu estabelecimento comercial, afixe cartazes com a advertência e não comercialize bebidas alcoólicas a menores de idade contribuindo para um futuro melhor da nossa nação.